2016 – VENTRE OCÊANICO - MARRAQUEXE

Denise Milan foi convidada a levar seus trabalhos para o mais importante evento paralelo da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de Marrakesh (COP 22), que aconteceu em Marraquexe, no Marrocos, do dia 11 ao dia 18 de novembro. O grande desafio da COP 22 é encontrar formas comuns e estabelecer regras para colocar em prática o Acordo de Paris, firmado por 194 países e que tem como meta zerar as emissões líquidas de carbono até 2050. Neste contexto, Denise Milan criou uma proposta artística baseada na presença de amonite, fóssel petrificado de seres que desapareceram junto com os dinossauros, e que é facilmente encontrado nos mercados de Marraquexe. Para a artista,

“a amonite é testemunha de uma era geológica fervilhante de desafios em relação à sustentabilidade que continuam a existir até hoje. Na minha concepção artística, nesse momento em que entramos em uma nova era geológica, o Antropoceno, essa amonite é um testemunho de vidas que foram extintas, é sinal de alerta, sugere uma direção.“

O Vente Oceânico surge como símbolo de unidade para os século XXI.

 

Veja a matéria Facebook do Conservação Internacional - CI-Brasil